Total de visualizações de página

segunda-feira, 27 de julho de 2015

Evolução do MMA põe atletas maranhenses no mesmo nível que lutadores do eixo Rio-São Paulo



Assim como vários esportes, o MMA (mixed martial arts - artes marciais mistas) evoluiu bastante desde sua criação até os dias atuais, desde suas regras até o perfil dos seus lutadores, mas talvez seja no treinamento físico que podemos ver as maiores mudanças vistas no Maranhão.
A modalidade assumidamente surgiu em São Luís com o lendário Casemiro de Nascimento Martins, conhecido como "Rei Zulu", em meados dos anos 80. O seu estilo peculiar de lutar e seus métodos ortodoxos de treinamento marcaram época principalmente porque ele chegou a ter um recorde de 150 lutas sem ser derrotado.
MMA demonstra evolução no Maranhão
Durante todos esses anos, Zulu nunca frequentou academias de malhação e ele mesmo desenvolveu seu treinamento físico diariamente com pedras pesadas, pneus de trator, marretas, isso tudo no quintal de sua casa onde também empurrava paredes, lançava pedras a grandes distâncias, corria entre os arbustos, levantar carroças carregadas e andar com uma corda no pescoço puxando pneus. Essa rotina considerada rústica só era possível devido a força que Zulu possuía naturalmente.
Esse método empírico foi prontamente superado com a evolução do jiu-jitsu no Brasil e principalmente após as duas derrotas de Zulu para Rickson Gracie em 1980 e 1984. Nesse período o MMA era conhecido como Vale Tudo.
O fisioterapeuta esportivo, Emílio Mello, que atua com a preparação física e recuperação de atletas há 15 anos, sendo sete especificamente com atletas do MMA, acredita que a chegada do Ultimate Fight Championship (UFC) alavancou a profissionalização do treinamento da modalidade. “O treinamento era muito arcaico em termos de físico, basicamente com corrida e treinos dentro da academia. Mas com a chegada do UFC da década de noventa começou-se a usar os treinos específicos para luta”, afirmou.
No Maranhão, duas outras derrotas para o mestre de kickboxing e jiu-jitsu, James Adler, praticamente encerraram a maneira de Zulu lutar. Com uma rotina de treinamento mais científica baseada em conceitos realmente testados por outros preparadores, os lutadores mais jovens passaram a obter mais resultados no MMA.
Mesmo assim, Zulu foi o mentor de seu sucessor nas artes marciais, Wágner da Conceição Martins, o "Zuluzinho", que utilizava algumas das técnicas do seu pai, mas também aliou seu treinamento a práticas modernas.
O jovem lutador conseguiu duas vitórias sobre Adler em 2004, mas uma série de derrotas sequenciadas demonstrou novamente que o estilo de luta estava ultrapassado, bem como os treinamentos criados há muito tempo. “Os preparadores físicos e os fisioterapeutas esportivos começaram a estudar a biomecânica do que acontece durante o processo de luta dos atletas e tudo baseado em estudo cientifico sem espaço para o achismo”, explicou Melo.
Modernização
Nos últimos anos, a preparação física de um atleta de MMA tem sido muito mais aprimorada por conta da intensidade das lutas e com isso os métodos de treinamento seguiram esse caminho. A musculação é um dos métodos mais tradicionais para a preparação, mas mesmo ainda bastante utilizada ela já está sendo substituída pelo treinamento funcional.
MMA demonstra evolução no Maranhão
No trabalho funcional, o objetivo é aumentar a carga física utilizando-se de movimentos que podem ser aplicados no dia-a-dia. Para um lutador, as principais atividades buscam gerar força, potência e velocidade, mas também podem ser trabalhadas as necessidades específicas de um atleta. A grande diferença desse treinamento é o trabalho do corpo como um todo e não cada parte em separado como a musculação. “A gente usa bolas, elásticos simulando o que acontece no processo de luta, de MMA fazendo circuitos, com cinco minutos e descanso de 30 segundos a um minuto que é o mesmo descanso entre os rounds e com isso a gente vai condicionando a musculatura e aumentando o processo de condicionamento físico, cárdio e muscular”, explicou Mello.
MMA demonstra evolução no Maranhão
Para o fisioterapeuta, o Maranhão está bem próximo do resto do país em questão de treinamento físico especifico para atletas do MMA. A única diferença ainda está nos materiais utilizados que ainda há uma escassez aqui no Estado. “Em termos de conhecimento e estudo, os profissionais daqui não deixam nada a desejar. O que falta para a gente do Maranhão é estrutura física, materiais. No eixo Rio-São Paulo eles estão mais avançados em termos de materiais específicos para o treinamento em MMA”, concluiu.
por: O Imparcial

Iziane volta à seleção brasileira feminina de basquete






Ala Iziane Castro se apresenta com grupo brasileiro, em Brasília

A maranhense Iziane está de volta à seleção brasileira. A ala foi listada entre as doze jogadoras que vão representar o basquete do Brasil na Copa América / Pré-Olímpico e não esconde a felicidade de representar novamente seu país.
“Eu estou muito feliz. Até mais que por mim, fico feliz por todos meus fãs, familiares, que sempre acreditaram que tinha muita bola ainda e que posso ajudar. Muito mais por eles fico feliz, por tudo que representa essa convocação”, disse.
Mais experiente, Iziane acredita que tem muito a ajudar o Brasil na caminhada rumo às Olimpíadas de 2016. A ala brasileira diz que assistiu aos últimos jogos da seleção e sentiu falta de uma referência em quadra.
“Assisti tudo. Vim acompanhando essa geração e acho que sentem falta de um comando. Aquela pessoa para terem como referência na quadra. Com três mundiais, com mais de dez anos servindo a seleção, acho que posso ser essa pessoa. Tenho muita experiência a passar. Acho que posso ser essa segurança para as meninas. Senti que durante os jogos elas precisavam disso e acredito que posso ajudar muito”, afirmou.
Iziane demostra muita confiança sobre as possibilidades do Brasil para a conquista da competição. A ala chega inclusive a projetar uma final contra Canadá, que jogará em casa.
“Já vi nossos adversários e acho que a gente tem todas as condições de sair em primeiro na nossa chave. Na outra chave, tem Cuba e Canadá e acho que Canadá vai fazer valer o fator casa. E acho que que em uma possível final temos condição de vencer”, projetou.
O técnico da seleção brasileira, Luiz Augusto Zanon, comentou a convocação da jogadora maranhense. O treinador diz que tudo faz parte de um planejamento, pois Iziane já vinha treinando com o grupo.
“Depois do Pan sentimos a necessidade de reforçar o grupo para a disputa da Copa América. O retorno da Iziane é uma sequência do trabalho que planejamos para esta competição. É o retorno de um planejamento realizado há um mês depois do período de preparação em que ela esteve conosco em Campinas (SP)”, disse.
O Pré-Olímpico será disputado em Edmonton, no Canadá. A competição começa nove de agosto e segue até o dia 16 do mesmo mês.

quinta-feira, 16 de julho de 2015

Presidente da Federação Maranhense de Futebol de Sete anuncia novas ações




Nova opção para prática do futebol
Depois de quase um ano de sua criação, a Federação Maranhense de Futebol Sete (FMF7) finalmente começa suas atividades buscando o desenvolvimento do esporte no estado e tem como objetivo se tornar uma opção de prática para todas as idades.
A Confederação Brasileira de Futebol 7 foi criada em 1996 com o objetivo de uniformizar as regras do futebol society já praticado por muitos anos em todo o País. Segundo dados da CBF7, ao todo são mais de 12,5 milhões de praticantes da modalidade com cerca de 2.000 equipes filiadas às federações estaduais.
A FMF7 foi criada em 15 de setembro de 2014, mas começou realmente as suas atividades no fim de junho deste ano, sob a presidência de Waldemir Rosa, o Dadá. Babaçu, Boa Vontade e Moto Club são as agremiações fundadoras da federação no estado.
Uma das primeiras ações da nova federação será o curso de arbitragem que tem suas inscrições abertas hoje e deve se iniciar na primeira semana de agosto. A ideia é qualificar os árbitros que se interessarem pela modalidade e ambientar os mesmos com as regras do esporte. No Brasil, são mais de 5.000 árbitros formados e essa será a primeira iniciativa desse tipo no Estado.
Consagrados
O segundo passo será a realização do Campeonato Master de Fut7 ainda neste segundo semestre para conseguir uma maior divulgação do esporte. Com isso, a Federação espera utilizar a imagem de atletas consagrados para atrair público. Figuras como o goleiro Juca Baleia e o atacante Kléber Pereira.
“O Kléber será um grande parceiro. Quando eu contei o que pretendia, ele se interessou bastante e já foi um dos fundadores da Federação com a filiação do Moto Club. Assim como o Juca Baleira é o responsável pelo Boa Vontade”, afirmou Dadá.
A presença de grandes atletas é um dos principais motivos da popularização do esporte no País. No Campeonato Carioca, atletas como Felipe (ex-Vasco e Flamengo), Falcão, até o campeão do UFC, José Aldo, participaram da competição.
 

Marília disputará o Campeonato Maranhense Série B






Magdiel Fernandes será o técnico do Marília no Estadual

A Federação Maranhense de Futebol (FMF) definiu a tabela, forma de disputa e o regulamento do Campeonato Maranhense da Série B 2015. A grande novidade é a participação do Marília na competição e a possibilidade de Imperatriz ter em 2016 dois clubes na elite do futebol maranhense. O torneio, previsto para começar no dia 13 de setembro, contará com a participação de cinco equipes. Além do Marília, Maranhão, Americano, Babaçu e Boa Vontade disputarão o título. Apenas o campeão garantirá acesso à primeira divisão estadual em 2016.
De acordo com o regulamento da FMF, o Campeonato Maranhense da Série B será disputado em dois turnos. No primeiro turno, as equipes se enfrentam entre si. O time que somar o maior número de pontos se classificará para a final. O returno será disputado da mesma maneira: todos os times jogam entre si e quem somar mais pontos conquistará o segundo turno e se classificará para a final.
A final do Campeonato Maranhense da Série B ocorrerá em dois jogos entre os campeões dos dois turnos. Quem tiver melhor campanha no geral terá vantagem de jogar por dois empates na decisão.
Em caso de um time vencer os dois turnos, não haverá a necessidade da realização da final. Esta equipe já será declarada campeã.
O Marília estreará na competição dia 16 de setembro, contra o Boa Vontade, em São Luís. O primeiro jogo do Azulão em Imperatriz será dia 27 de setembro, contra o Maranhão, no Frei Epifânio. A base do Marília será o time Sub-19, que está disputando o maranhense da modalidade com o comando do técnico Magdiel Fernandes.
TABELA DA SÉRIE B
PRIMEIRO TURNO
13.9 – Babaçu x Boa Vontade / Americano x Maranhão
16.9 – Boa Vontade x Marília / Maranhão x Babaçu
20.9 – Babaçu x Marília / Americano x Boa Vontade
23.9 – Marília x Americano / Maranhão x Boa Vontade
27.9 – Americano x Babaçu / Marília x Maranhão
SEGUNDO TURNO
30.9 – Boa Vontade x Babaçu / Maranhão x Americano
4.10 – Marília x Boa Vontade / Babaçu x Maranhão
7.10 – Marília x Babaçu / Boa Vontade x Americano
11.10 – Americano x Marília / Boa Vontade x Maranhão
14.10 – Babaçu x Americano / Maranhão x Marília
As finais serão realizadas nos dias 18 e 25 de outubro.

quarta-feira, 8 de julho de 2015

O que está por trás do discurso impertinente de Galvão contra Del Nero?








150707galvao
Crédito da foto: Reprodução Sportv
O narrador Galvão Bueno dirigiu palavras duríssimas ao presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, na mais recente edição do “Bem Amigos”, programa que apresenta no SporTV.
Galvão afirmou que Del Nero tem a obrigação de participar da próxima reunião da Fifa, que começa em 20 de julho em Genebra, na Suíça. E deixou no ar a sugestão de que o presidente da CBF não pretende ir por medo de ser preso, tal como ocorreu com seu antecessor, José Maria Marin.
“Se não tivermos representatividade na reunião da Fifa no dia 20, se não for ninguém com medo de ir à Suíça, então é hora de zerar a pedra e começar de novo. Não podemos não ter o presidente da CBF na Copa América e não podemos não ter o presidente da CBF na reunião da Fifa que funciona para decidir o futebol”, disse Galvão. “Então vai caber a ele ter que entender que não pode mais exercer o cargo”, completou.
Galvão, um narrador de futebol, funcionário da Globo, pode falar neste tom com o presidente da CBF? A princípio, o discurso soa altamente impertinente e desrespeitoso. Com o agravante de que o narrador sempre reverenciou os cartolas que comandam o futebol brasileiro.
O fato de Galvão falar assim com Del Nero sinaliza que já não respeita mais o principal cartola do país. E faz coro ao ex-jogador Ronaldo, hoje comentarista da Globo, que também ironizou a ausência do presidente da CBF na Copa América, no Chile.
O exato significado deste ataque de Galvão ainda não foi totalmente compreendido e alimenta a especulação de que estaria sinalizando um rompimento da Globo com a atual gestão da principal entidade do futebol brasileiro. Será?
Acho difícil afirmar isso. Acho mais plausível imaginar que Galvão possa estar interessado que Del Nero dê lugar a algum outro cartola, capaz de defender os interesses do futebol brasileiro, e da Globo, com mais tranqüilidade, sem o receio de ser acusado por algum crime.

Avô diz que companheiros da Argentina não passaram a bola para Messi



Avô de Messi critica a seleção argentina da Copa América
Avô de Messi critica a seleção argentina da Copa América
Em meio às críticas da imprensa argentina a Lionel Messi e aos rumores de que ele pode ‘tirar umas férias' da seleção nacional, nos próximos amistosos e no início das eliminatórias para a Copa do Mundo-2018, o avô do craque resolveu se manifestar. Antonio Cuccitini admite que seu neto jogou mal nas últimas três partidas da Copa América, mas o defendeu, colocando culpa nos companheiros de equipe
Antonio Cuccitini também aproveitou para criticar a escolha do técnico Tata Martino para os 11 titulares da Argentina na derrota para o Chile na final da Copa América, defendendo Tevez, quem, segundo boatos, não se dá muito bem com Messi.
"No primeiro tempo da final, esteve bem. Mas acredito que isso vá mudar. Colocam jogadores que não teriam que colocar e deixam no banco os que se entendem melhor. Para mim, Tevez deveria jogar (como titular)", criticou.


 


segunda-feira, 22 de junho de 2015

Sampaio Corrêa anuncia a contratação do atacante Douglas




Por 
Douglas Operário-PR (Foto: Divulgação Operário-PR)Douglas reforçará o Sampaio na Série B de 2015 (Foto: Divulgação Operário-PR)
O Sampaio anunciou a contratação do atacante Douglas, de 29 anos. O jogador foi campeão paranaense com o Operário . No Tricolor, Douglas disputará a titularidade com Jheimy e Geraldo, que jogaram diante do Bahia.
Douglas chega ao Sampaio após ser vice-artilheiro do Campeonato Paranaense, com oito gols marcados. Além disso, marcou oito gols em 2014, com sete jogos disputados pelo Tupi e 15 pelo Novo Hamburgo. O currículo do atacante é completado com passagens pelo Criciúma e no futebol português, onde defendeu Beira Mar e Vitória de Guimarães.
O atacante chega após a saída do artilheiro Robert, que  deixou o Tricolor para acertar com o Vitória. Com 15 pontos, o Sampaio é o sexto colocado na Série B.

Região sul terá quatro representantes no Campeonato Maranhense sub-19



Time sub-19 do JV Lideral é um dos representantes da região no estadual

 Campeonato Maranhense sub-19, uma das mais importantes competições promovidas e coordenadas pela Federação Maranhense de Futebol (FMF), está ainda muito longe de atingir todos os grandes centros do futebol maranhense.
Entretanto, no passar dos anos, pouco a pouco os clubes do interior estão buscando suas participações, principalmente os profissionais, que são obrigados a participar de competições a nível estadual, sob pena de serem multados ou até suspensos.
Pensando assim é que Imperatriz, Marília, JV Lideral e Balsas resolveram colocar as suas equipes no Campeonato Maranhense sub-19. Além de estarem cumprindo determinações da CBF e FMF, as equipes vão correr atrás da vaga para a Copa São Paulo Júnior, que o campeão tem direito.
A região sul do estado é a que terá maior número de participantes no Campeonato Maranhense sub-19, só perdendo para a capital.
As quatro equipes do sul do Maranhão já estão treinando visando o Campeonato Maranhense, que tem início previsto para o dia 4 de julho. O sub-19 do Imperatriz fez jogo treino contra o time principal. Já o JV Lideral realizou amistoso contra o União Bom Jardim, de Açailândia, em jogo que acabou empatado em 1 a 1. O Marília, que está de treinador novo em seu time sub-19, pois Daniel Neves rescindiu contrato e foi contratado Magdiel Fernandes, está revendo a programação para encaixar pelo menos dois amistosos até a estreia no estadual. O Balsas vem realizando amistosos com equipes da região.

terça-feira, 16 de junho de 2015

Morre o comentarista esportivo Herbert Fontenele




Herbert Fontenele
Morreu no início da manhã desta terça-feira, dia 16, um dos mais importantes comentaristas esportivo do Maranhão, o jornalista Herbert Fontenele, 73 anos. Ele encontrava-se hospitalizado na UTI do Hospital UDI em São Luís. O jornalista lutava contra um câncer de próstata há 5 anos, e participou de um tratamento ainda experimental.
O comentarista esportivo deu entrada na noite do domingo, dia 14, no Hospital UDI, após sentir fortes dores. Com passagens por vários veículos de comunicação no Maranhão, o piauiense Fontenele passou pelo jornal O Imparcial na década de 70, onde trabalhou como repórter. Atuava na TV Mirante comentando sobre o esporte nacional e local, e também apresentava o programa “Fontenele Comenta” na Rádio Mirante AM, veículo do qual foi um dos fundadores. 
Herbert Fontenele foi secretário de esporte municipal de São Luís por duas vezes. Foi comentarista dos canais Premiere, por conta da passagem do Sampaio na Série B, time do qual era torcedor fiel e apaixonado.
Na última sexta-feira, dia 12, Fontenele trabalhou normalmente na transmissão da partida entre o Sampaio e Criciúma.
Um dos últimos desejos à família, Herbert Fontenele pediu para ser cremado.

Léo Salino é apresentado pelo Sampaio




Léo Salino é apresentado oficialmente pelo Sampaio Corrêa
O gerente de futebol do Sampaio Corrêa, Zé Renato, apresentou oficial o volante Léo Salino e fez as honras da casa, dando as boas vindas ao novo reforço.
Demonstrando determinação, Salino frisa que chega ao clube para ser mais um guerreiro na luta pelo acesso. “O Sampaio tem um objetivo na temporada, que é alcançar a primeira divisão, e venho para colaborar com meus companheiros nessa missão. Sou um jogador aguerrido, de muita luta e marcação”, ressaltou o novo volante Tricolor.
Léo Salino revela seu bom relacionamento com técnico Léo Condé e alguns jogadores que já teve a oportunidade de trabalhar, a exemplo do zagueiro Marcelinho, mas sabe que precisará batalhar por um lugar na equipe. “O Sampaio montou um grupo muito bom, com um treinador que já conheço, e isso me enche de motivação. Vou procurar treinar forte e buscar o meu espaço. Venho pra somar”, destacou.
O novo reforço passou por todos os exames de rotina e já foi entregue a preparação física para recuperar o seu melhor condicionamento. “Estou há uns vinte dias parado, mas tenho facilidade em me condicionar. O professor me conhece e sabe que poderá contar comigo em pouco tempo”, afirmou Léo Salino.